sábado, 21 de março de 2020

Top séries medievais/históricas para assistir na quarentena

E eis que esse dia, que a gente só via através de filmes, chegou. Lojas fechadas, ruas desertas, brigas no mercado e pessoas em pânico. O corona vírus tá ai, e a melhor coisa a se fazer nesse momento é se resguardar e permanecer em casa. E isso pode não ser de todo ruim, porque, em tempos de internet, existe uma infinidade de coisas que podemos fazer para passar o tempo e se distrair um pouco (a gente não deve ficar alheio às noticias, mas ficar só vendo tragédia, nesse momento, também não vai nos ajudar em nada e ainda pode prejudicar nossa saúde mental). Pensando nisso, resolvi indicar  algumas séries que assisti/assisto com temática medieval/histórica para ajudar vocês a passar o tempo, conhecer culturas e lugares diferentes e, de quebra, aprender muita coisa, que já grande parte dessas séries fazem algum recorte histórico. Todas essas séries estão disponíveis na Netflix, então já coloca na sua lista e se prepara para maratonar. Vamos lá?

10 - Desencanto

Uma animação, a série é sobre a princesa cachaceira Bean, que não se parece em nada com as princesas desses contos de fadas. Produzida por Matt Groening (o mesmo criador de Simpsons), é uma história medieval divertida contando as aventuras de Bean, seu elfo (que se chama Elfo mesmo) e seu diabinho Luci (de Lúcifer). A série possui duas temporadas e vale a pena assistir se você é fã de Simpsons, porque a narrativa e as piadas são basicamente as mesmas. 



sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Mosteiro de São João - o mosteiro das Monjas Beneditinas em Campos do Jordão

Em janeiro, em uma viagem que fiz à Campos do Jordão, descobri um lugar MARAVILHOSO e tive a feliz oportunidade de conhecê-lo. É o Mosteiro de São João, ou Mosteiro das Monjas Beneditinas. Localizado no bairro Abernéssia (cujo nome origina-se das cidades escocesas Aberdeen e Inverness), o mosteiro é um lugar de paz e tranquilidade. 

Mosteiro de São João. Foto: divulgação site "Acontece em Campos do Jordão"

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Canto Gregoriano no Mosteiro de São Bento (e fora dele)

Hoje a postagem vai ser uma dica super legal de uma atividade que, embora não seja muito comum por aqui e nem muito popular, é beeeem antiga e, na minha opinião, uma das mais belas formas de arte. Estava eu andando no centro de São Paulo à caminho do Mosteiro de São Bento, quando me deparei com um cartaz informativo (me perdoem a qualidade da foto): 




quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Art Renewal Center - a galeria/museu online com um acervo incrível para todos os gostos

Oi gente!

Hoje vou indicar um site muuuito legal para quem gosta de pinturas antigas. Eu sempre amei esse tipo de arte, e há uns anos eu descobri o Art Renewal Center, uma galeria de arte/museu online que contém um acervo enorme com as mais belas obras.

William-Adolphe Bouguereau, Nymphs and Satyr, 1873

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Vila Maria Zelia - a centenária vila industrial do Belenzinho

Hoje vou mostrar pra vocês um lugarzinho incrível que fica na zona leste de São Paulo. É a Vila Maria Zélia, uma vila operária fundada em 1917 que ainda mantém grande parte de sua arquitetura antiga. Além de ter se tornado um patrimônio tombado, a vila também abriga grupos de teatro e conta com apresentações artístico/culturais durante todo o ano, além de diversos eventos.

A vila fica localizada no bairro do Belenzinho, perto do AME Maria Zélia e da Avenida Celso Garcia/Brás. É um local super escondido, mas acessível para quem vai de carro ou transporte público. Eu particularmente gosto muito de conhecer e visitar lugares antigos, tanto pela bagagem histórico/cultural, tanto por gosto pessoal por arquiteturas de outras épocas, então essa vila foi uma feliz descoberta.

antigo armazém. Foto: VejaSP

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Banhos com ervas: o que é e como fazer

Hoje vou contar um pouco sobre como utilizar as ervas para banhos energéticos. Os banhos com ervas servem para retirar de nosso campo energético todo tipo de miasma, larva astral e energias negativas de qualquer tipo que porventura tenham grudado em nossa aura. Infelizmente estamos sujeitos a carregarmos conosco uma carga energética muito grande, vinda de todos os lados, seja em nossa casa, no trabalho ou em qualquer outro local. Eu vejo essas energias densas como flechas invisíveis que nos atacam o tempo todo. Os banhos energéticos não só banem essas energias densas, como nos protege e deixa nosso campo energético mais fortalecido contra esses tipos de ataques. 



Há várias maneiras de fazer os banhos, bem como formas de tomá-los. Algumas ervas, que são chamadas ervas quentes, como arruda e guiné, por exemplo, não são recomendadas para banhos da cabeça para baixo, somente do pescoço para baixo, pois esse tipo de erva quente pode ferir nosso chakra coronário, que fica no alto da cabeça. 

Os banhos podem ser feitos para qualquer fim, mas lembre-se de que como são banhos energéticos, é aconselhável que eles sejam rezados antes. Não precisa ser nada específico, mas enquanto você tiver preparando seu banho, se concentre, mentalize, tenha atenção plena, peça o que você precisa (a finalidade do banho) e agradeça pela oportunidade. Lembre-se que você está trabalhando com energias.