sexta-feira, 9 de abril de 2021

Cristais - o que são, como limpá-los energeticamente e como utilizá-los

Olaaa pessoal!

Resolvi escrever esse post porque percebo que muita gente não costuma limpar os cristais que compra ou ganha. Esoterismo está na moda (felizmente, fico feliz que as pessoas têm buscado conhecimento) e, consequentemente, presentear alguém ou a si próprio com cristais, seja em colares, anéis ou até mesmo para decoração, virou algo super comum. Porém, você sabe que deve limpar energeticamente os cristais antes do uso? Por que? Vem comigo que eu explico!



Cristais - seres minerais iluminados

Os cristais são os mestres do reino mineral; são seres de luz e a manifestação cristalizada do Espírito. Eles doam sua luz, força, amor e sabedoria. À semelhança dos grandes mestres espirituais, pessoas que se auto iluminaram, assim também aconteceu com os cristais, que conquistaram sua luz própria. Podemos, inclusive, notar semelhanças entre os nomes Cristo, Krishna e Cristal - todos, grandes mestres da humanidade. A energia crística é a mesma energia do cristal; é a própria luz do espírito materializada num ser mineral. 

Todos os grandes mestres espirituais costumam ser retratados com uma grande luz que irradia do seu corpo, principalmente das mãos, coração e cabeça (aquela auréola que vemos na cabeça dos santos, por exemplo). Os cristais, por sua vez, também irradiam luz divina. Suas manifestações, em forma de luz espiritual, podem acontecer em três segmentos distintos: força, que é a energia vital, material e sexual, amor, que é a energia de união com a vida e os demais seres, e sabedoria, que é a manifestação intelectual do Espirito na mente, com a energia do pensamento e auto consciência. 

Cristais são representantes do Plano Espiritual e sua missão também é ajudar a humanidade na evolução (viu como são importantes? aposto que você nunca mais vai olhar para seus cristais somente como objeto de decoração!). Também atuam nos planos físico, emocional e mental, nos auxiliando de diversas formas. Alguns cristais funcionam como verdadeiras pílulas energéticas, o que significa que basta ter determinados cristais por perto para literalmente recarregar suas baterias. Curam holisticamente, reequilibrando energias sutis por meio da vibração. 




Adquirindo um cristal

Saiba que quando você vai comprar um cristal, não é você quem o escolhe; é o cristal que escolhe você. Já teve a impressão de, antes de comprar, sentir que um em especial te chamou mais a atenção? Então, ele estava te chamando! Por isso, escolha preferencialmente comprar cristais em lojas onde você possa tocá-lo e sentir sua vibração. Algumas pessoas sentem os dedos formigando nesse processo. 

Dedique um tempo a isso. Nem sempre conseguimos de cara perceber quando o cristal está nos chamando. Você pode perguntar também (nem que seja só dentro da sua mente, para as pessoas na loja não acharem que você é louca KKKKKK) qual cristal que quer ir embora com você, e aguardar um pouco. Certamente um deles chamará sua atenção. 


Como limpar o cristal

Quando adquirimos ou ganhamos um cristal, não sabemos sua carga energética, ou seja, os locais que ele passou, as pessoas que o tocaram, etc., e por isso é EXTREMAMENTE importante limpá-los antes de seu uso. 

Separe uma tigela de vidro (nunca plástico) e coloque sal grosso e água dentro (para virar água salgada, que é ótima para limpeza de cristais). Coloque o cristal nesse recipiente (se tiver mais de um cristal para limpar, coloque todos juntos). Deixe a tigela com os cristais e a água preferencialmente em um local aberto que tenha contato direto com o tempo. Pode deixar a tigela tomar sol, chuva e ser banhada com a luz da lua. Os cristais devem permanecer durante três dias e três noites nesse preparo.

Após esse prazo, retire-os dessa tigela e lave-os. Mantenha sua mente focada e imagine que agora os cristais estão tomando um banho revigorante. Lave-os em água corrente, mentalizando uma luz dourada sobre eles. Pode lavar um por um, ou pegar vários com as mãos e lavá-los todos juntos. Lembre-se, eles são seres carregados de luz, portanto trate-os como tal, se concentre, converse com eles, faça tudo com calma. 

Quando terminar esse "banho revigorante" nos cristais, deixe-os, ainda preferencialmente em um local aberto, secando, durante um dia e uma noite. Se chover, não tem problema. Depois disso, pode começar a usar os cristais, pois eles já estão limpos!

Alguns cristais vêm em pingentes ou materiais que podem enferrujar ou oxidar em contato com a água, por exemplo. Nesses casos, eu os coloco apenas no sal grosso e deixo pelo mesmo prazo de três dias e três noites e, após, dou o "banho revigorante" e deixo-os secar no tempo, durante um dia e uma noite. 



Como utilizar os cristais

Aqui vai uma dica importante: NÃO PRECISA COMPRAR O CRISTAL DO SEU SIGNO!! Por que? Quando compramos um cristal do signo (no meu caso, a ametista que é do signo de peixes), estamos ampliando tudo o que já somos! Se eu ficar cheia de ametista serei totalmente avoada e cabeça nas nuvens. A melhor opção é ter um cristal pessoal que me aterre e tenha características que preciso/quero adquirir. Não que seja errado você comprar o cristal do seu signo, mas se atente à isso. Muita gente não sabe. O ideal é escolher o cristal de acordo com a sua função e de acordo com qual tipo de energia você quer trabalhar. 

Se você tem cristais em casa como decoração, deixe-os à vista. Cristais gostam de ser bem tratados e não gostam de ficar escondidos (com exceção do que será trabalhado com o cristal, que pode ficar em bolsinhas de veludo). Lembre-se que são seres de luz e devem ser tratados com respeito. Escolha com cuidado um local para eles, e preste atenção em relação à luz direta do Sol, pois alguns cristais não trabalham muito bem com essa energia. 

Cristais precisam de programação. O que isso quer dizer? Quando você usa algum cristal, deve programá-lo para alguma função. Por exemplo: eu tenho um colar, que é meu xodó, com um pingente lindo, que comprei em uma edição da Convenção das Bruxas em Paranapiacaba, de cristal de quartzo. Uso ele para me proteger contra energias negativas, então eu o programei para esse fim. Não adianta você usar determinada pedra que até sirva como repelente de energias, protetor, etc., se você não programá-la para isso. Eu costumo programar só os cristais pessoais (aquele que carrego junto comigo em colar e anel); os de decoração que ficam no meu quarto não estão programados, pois não os uso com um fim específico. Porém, a partir do momento que eu decidir usar algum (seja para proteger o quarto, para me auxiliar em consultas com oráculos, etc., ai sim eu devo programar). Acredito que isso varie de pessoa para pessoa; cada um tem um entendimento e faz as programações de acordo. 

Eu costumo fazer um pequeno ritual para programá-las, mas você pode fazer qualquer outro que se sinta mais à vontade. O que faço é acender uma vela branca (uma cor neutra e genérica), violeta (que trabalha as energias de transmutação, da Chama Violeta e Saint Germain) ou azul claro (energia equilibradora e tranquilizadora) e um incenso (não tenho preferência). Peço permissão aos meus guias espirituais e à grande força do Universo para começar esse pequeno trabalho ritualístico e converso com o cristal. Agradeço por ele estar me auxiliando na minha evolução e na evolução planetária e explico onde quero que ele trabalhe na minha vida vida (proteção, dinheiro, amor, prosperidade, saúde, etc.). Então passo-o na chama da vela e na fumaça do incenso e agradeço. Deixo-o ao lado da vela e incenso até estes terminarem de queimar, e pronto. Caso queira fazer esse mesmo ritual e tiver mais de um cristal que queira programar, coloque tudo junto, mas programe um por um.

Outra dica importante: NUNCA DEIXE OUTRAS PESSOAS TOCAREM NO SEU CRISTAL PESSOAL!!!! Infelizmente, as pessoas têm aquela mania chata de falar: "ahh que cristal lindo", e enfiar a mão nele sem você permitir. Tudo acontece tão rápido que você mal tem tempo de dizer que não pode tocar no cristal. Acho que as pessoas que fazem isso, o fazem por falta de conhecimento mesmo (sim, muita gente acha que cristal é só uma pedrinha bonita para enfeitar). Sei que é chato repreender alguém que está prestes a pegar no seu cristal pessoal (no meu caso, colares), mas é necessário. Explique o porque; se a pessoa não entender, não é um problema seu. Respeite seu cristal e seu uso. 

E por que as pessoas não devem tocar no seu cristal pessoal? Primeiro, porque ele está ali, se você o programou para isso, para te proteger. Todas as pessoas, incluindo nós mesmos, temos diversos tipos de energia e carregamos energia dos locais que frequentamos, pessoas que conversamos, pensamentos que temos e falas que dizemos. Sujeitar seu cristal pessoal a isso significa ter todas essas energias impregnadas nele, e ai você terá que limpá-lo imediatamente (digo, não reutilizar novamente sem limpá-lo). Claro que os cristais precisam ser limpos e recarregados de tempos em tempos, mas quando outra pessoa o toca devemos fazer isso de forma mais rápida (e agora que você sabe disso, não deixe ninguém tocar seu cristal pessoal e também não toque no de outras pessoas). 



Fazendo a limpeza regular e descarregando/recarregando a energia 

Uma das funções dos cristais é absorver e purificar energias negativas. Se eles cumprirem essa função por muito tempo sem que sejam limpos de vez em quando, eles acabam absorvendo energia demais, deixando de transmutá-las. O ideal é limpá-los pelo menos uma vez por mês, no caso de cristais decoração, mas no caso dos cristais pessoais, eu considero 15 dias um prazo bom. Talvez você perceba que o cristal ficou opaco e sem brilho. É hora de limpá-los novamente. Eu costumo fazer o mesmo ritual da água e sal grosso, porém deixo somente um dia e uma noite no preparo, dou o "banho revigorante" e deixo secando um dia e uma noite. Se forem cristais de locais carregados (escritórios, mesas de trabalho e locais que circulam bastante gente), eu prefiro deixar os três dias e três noites no preparo. 

Se você tiver contato com água do mar ou cachoeira, saiba que esses locais são maravilhosos para a limpeza dos cristais. Sempre que eu vou à praia ou a algum lugar que tenha alguma nascente ou cachoeira, eu procuro mergulhar meus cristais pessoais nessas águas. Eles ficam com um brilho indescritível e muito mais bonitos. Façam isso sempre que tiverem oportunidade. 

A terra é um ótimo local para descarregar e recarregar os cristais. Se você passou por alguma emoção forte e estava com seu cristal pessoal, por exemplo, ou se utilizou alguns cristais para leitura de oráculos, energização ou terapia com chakras, é importante descarregar as energias e recarregar, e a terra é um elemento perfeito pois transmuta essas energias. Pode ser em um vaso de planta mesmo. Deixe um dia e uma noite, e pronto! 



Cristais que não precisam ser limpos

Alguns cristais não precisam ser limpos quando adquiridos ou na limpeza regular e nem mesmo descarregados/recarregados, como é o caso da cianita azul, selenita e citrino. Uma dica que eu dou é manter um pedaço de selenita dentro de sua caixa de bijuterias onde colares e anéis com cristais são guardados; dessa forma esses cristais serão limpos automaticamente pela selenita. 



Meu cristal quebrou, e agora?

Algumas vezes, passamos por situações como ter o cristal lascado ou quebrado. Isso pode acontecer sem causa aparente ou através de quedas. Lembro que uma vez estava fazendo a meditação da lua cheia e levei uma drusa linda de cristal de quartzo. Quando finalizei a meditação, que foi ao ar livre, voltei para meu quarto com o cristal na mão e outras coisas que tinha levado. Não sei o que aconteceu, mas a drusa simplesmente escapou e caiu, se partindo no meio. Eu entendi isso como um sinal da proteção que o cristal me deu. 

Geralmente, quando isso acontece, significa que o cristal absorveu uma energia negativa que era para ter caído em você. É por isso que eles se partem. Eu sei que é triste, pois alguns cristais são muito queridos, mas acaba acontecendo. O que você deve fazer nesses casos é devolvê-lo à natureza; pode ser uma praça, parque, aos pés de uma árvore, no mar, rio, cachoeira ou uma nascente. Faça isso com muito respeito e agradeça ao cristal por ter absorvido o que quer que pudesse ter te atingido. Despeça-se e deixe-o no local descansando. Ele cumpriu sua função e agora está de volta à natureza. 



Indicação de livros e bibliografia consultada

Para encerrar, vou indicar dois livros que gosto muito e que usei como base para escrever esse texto, que são "A bíblia dos cristais - o guia definitivo dos cristais", de Judy Hall e o "Como utilizar os cristais - a relação mágica e terapêutica entre os cristais e o tarô", de Aiyan Zahck. Os dois livros são muito bons para quem está iniciando no estudo dos cristais e gostaria de aprender mais sobre esses seres minerais e também para consultas rápidas. São livros um pouco difíceis de achar, mas a busca vale a pena. Se você procura um guia para consultar cada cristal, recomendo fortemente "A bíblia dos cristais", pois contém uma lista de cristais bastante útil e que consulto sempre.





Nenhum comentário:

Postar um comentário