terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Quem são os Illuminati e a Nova Ordem Mundial?

O post de hoje será sobre os Illuminati (uma postagem breve, para introdução ao assunto, porque o conteúdo é MUITO extenso), Nova Ordem Mundial, Numerologia Illuminati e a relação com as Cartas Illuminati (já fiz uma postagem sobre as cartas, que você confere aqui). Ainda hoje essa sociedade secreta causa muita repercussão, talvez porque ninguém conseguiu provar de fato se ela existe ou não. Desde atentados (como o 11 de setembro, que farei um texto em breve), até criação de doenças e a indústria da música (não sei se vocês já ouviram falar em MK Ultra, mas eu conto pra vocês qualquer dia), o nome Illuminati é sempre relacionado. Mas quem são eles?


Os Illuminati

Illuminati é o nome dado a diversos grupos, alguns históricos, outros modernos, reais ou fictícios (mas no final é a mesma coisa). O nome está constantemente relacionado aos Illuminati de Baviera, que era uma sociedade secreta da época do Iluminismo (lembrem-se que era a época de 'iluminar as ideias', de adquirir o conhecimento que foi por anos negado pela Igreja Católica, então o objetivo dessa sociedade, quando surgiu, era tornar seus membros sábios através de pesquisas que foram por anos negadas e negligenciadas da população, daí vem o termo "iluminado"). Nos tempos atuais, o nome é associado a uma suposta organização que controla secretamente os assuntos mundiais; normalmente a seita é associada como continuação da Ordem dos Illuminati Bávaros. Muitos teóricos da conspiração acreditam que os Illuminati são os cérebros por trás de tudo o que acontece com o mundo (guerra, doenças, desastres naturais - há quem diga que o conjunto de antenas que faz parte de um projeto científico para o estudo da ionosfera terrestre, o HAARP, localizado no Alasca, é uma máquina de terremotos, embora esteja desativada atualmente - atentados e mortes suspeitas), e que todos esses acontecimentos são arquitetados propositalmente para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial, com o objetivo de unir o mundo em um só idioma, uma só religião, uma só moeda e única regência que se baseia em um modelo político onde todos são iguais.